SEMA/DF Coordena Capacitação sobre nova Plataforma de Gestão de Resíduos Sólidos

Trata-se do 1º Workshop de capacitação sobre a Plataforma PGRS, uma solução tecnológica, entre vários órgãos, que promove benefícios ambientais ao DF

Nesta quarta-feira (30/8), a Secretaria de Estado Meio Ambiente e Proteção Animal (SEMA/DF) coordenou o 1º Workshop de Capacitação sobre a Plataforma PGRS Digital, no auditório da Federação das Indústrias do DF (FIBRA). A PGRS Digital promete modernizar a gestão de resíduos, com a padronização, integração e controle dos Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.

Segundo o secretário de Estado do Meio Ambiente e Proteção Animal, Gutemberg Gomes, almeja-se a melhoria da qualidade de vida da população do Distrito Federal. “Aumentando a oferta de emprego e geração de renda da população por meio do retorno ao setor produtivo dos resíduos triados e segregados diretamente na origem e o aumento da vida útil das áreas de disposição final”, afirma.

De acordo com o subsecretário de Gestão das Águas e Resíduos Sólidos da SEMA/DF, Glauco Amorim da Cruz, a Secretaria, responsável pelo planejamento e coordenação da política ambiental para os resíduos sólidos no DF, traz uma solução tecnológica, promovendo a união entre órgãos que compõem o sistema ambiental. “Essa solução proporcionará inúmeros benefícios ambientais à capital Federal, como padronização, minimização de mão de obra, aumento dos índices reciclagem e destinação adequada de resíduos, ganho de escala e eficiência na fiscalização e base de dados de apoio a tomadas de decisão de gestores públicos do GDF”, explicou.

Para o subsecretário de Fiscalização de Resíduos Sólidos da Secretaria DF Legal, Edmilson Cruz, a plataforma poderia ter vindo há mais tempo, mas nunca é tarde. “Vai ajudar toda a fiscalização no DF, tais como emissão de licenciamento, alvará de construção e com relação aos planos de gerenciamento de resíduos. Ou seja, só tem a somar para agilizar os processos de fiscalização”, esclareceu.

Além da SEMA/DF, a capacitação contou com a participação dos seguintes órgãos: Instituto Gestão Brasil, Confederação Nacional de Municípios, Prefeitura de Unaí, DF Legal, Instituto Brasília Ambiental (IBRAM), Vigilância Sanitária (DIVISA) e Serviço de Limpeza Urbana (SLU).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *