É melhor Lula colocar as barbas de molho

Em 13 de Maio de 2024 – Redação

A expressão “deixar as barbas de molho” oriunda da Antiguidade e da Idade Média, onde a barba era um símbolo de honra e poder. Quando a barba de um indivíduo era cortada por outro, isso representava uma grande humilhação. Essa ideia chegou aos dias de hoje na expressão “deixar as barbas de molho”, que significa ficar de sobreaviso, prevenir-se. Como a barba era tão importante na altura, colocá-las de molho seria então uma forma de proteger a própria honra.

Recente pesquisa do Insttuto Genial/Quaest, divulgada hoje (13),  diz que para 55% dos brasileiros, o presidente Lula não merece outra chance em 2026. O levantamento mostrou que 47% dos eleitores poderiam votar para reeleger Lula, mas 49% rejeitam o presidente.

Pode parecer  longe, porém estamos a dois anos e quatro meses da eleição presidencial, Lula tem que usando uma nova expressão “arregaçar as mangas” e tentar mudar esse cenário, as eleições para prefeitos e vereadores será um bom parâmetro para o atual presidente medir sua força.

Tarcísio, Michelle Bolsonaro, Romeu Zema, Ronaldo Caiado, Ratinho Júnior só observam o cenário e trabalham nos bastidores para ser o predileto (a) do ex-presidente Jair Bolsonaro na corrida contra Lula.

A pesquisa foi entre os dias 2 e 6 de maio e ouviu presencialmente 2.045 brasileiros de 16 anos ou mais em todos os estados. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Com informações do Portal Metrópoles

Um comentário em “É melhor Lula colocar as barbas de molho

  1. Podem dizer o que quiserem.
    Na minha consciência mando eu.
    Não há supremo senão Deus para mandar na minha opinião.
    E na minha opinião, o LULAD não precisa mais do que 9 eleitores para ganhar as eleições!
    Em cabeça saudável alguma, cabe a ideia de que um indivíduo que não tem condições de sair às ruas, apoiado por uma emissora de Studios, que enfrenta antipatia do povo, com o pior histórico de governo do Brasil, e cometendo as piores falsidades e erros grosseiros de todos os tempos, ganhou legalmente o governo do Brasil.
    Sem uma mudança radical em todos os poderes da República, nunca conseguiremos ver mudanças de mentalidades como princípio de mudança da cultura criminosa, miserável, que permeia os meios da política e da sociedade brasileira.
    Somos maioria! Mas o Barroso está certo! Eleições não se ganha! E nós estamos literalmente na condição de MANÉS!

    PERDEREMOS QUANTAS VEZES TENTARMOS! SE NÃO FOR CORTADO O MAL? OS MALAS SEMPRE TOMARÃO O PODER PELA DESONESTIDADE!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *